top of page

Odelair Rodrigues recebe votos de aplausos pelo o projeto de lei que leva o seu nome.

No dia 27 de janeiro deste ano, uma homenagem ímpar resplandeceu nos corações dos amantes do teatro e da cultura paranaense. Foi um dia dedicado à memória da talentosa atriz Odelair Rodrigues, uma figura que transcendeu o tempo e deixou um legado eterno nos palcos e na história do teatro paranaense.


O reconhecimento póstumo de Odelair Rodrigues ecoou na Câmara dos Vereadores, onde os votos de congratulações e aplausos, articulados pelo vereador Ângelo Vanhoni , junto estava presente o presidente do SATED, Adriano Esturilho, que ressoaram como um tributo merecido à sua contribuição artística e à sua representatividade como mulher negra nas artes cênicas.





Nesse evento especial, o diretor Kelvin Millarch e a atriz e comunicadora Brielle, representando o diretor de teatro Caio Frankiu e o irmão de Odelair , que não pôde estar presente por força maior, foram vozes que ecoaram o legado e a importância de Odelair Rodrigues para o teatro paranaense e para a cultura como um todo.


A importância de Odelair Rodrigues vai além de suas performances brilhantes. Ela foi uma pioneira, uma visionária que desafiou as barreiras raciais e sociais de sua época, abrindo portas para que outras artistas pudessem trilhar o caminho da representatividade e da inclusão nos palcos.


Seu talento era indiscutível, mas sua coragem em enfrentar os desafios e em levantar a bandeira da diversidade foi o que a tornou uma verdadeira inspiração. Ela não apenas interpretava papéis, mas também dava voz às experiências e às lutas das mulheres negras, consolidando-se como um símbolo de empoderamento e resistência





O reconhecimento na Câmara dos Vereadores foi mais do que um gesto formal. Foi um reconhecimento da importância do trabalho de Odelair Rodrigues na construção de uma sociedade mais justa e igualitária, onde cada indivíduo, independentemente de sua cor ou origem, possa ter seu lugar de destaque e reconhecimento.


Neste dia especial, renovamos nossos votos de congratulações e aplausos a Odelair Rodrigues e a todas as mulheres negras que, como ela, deixaram sua marca indelével na história do teatro e da cultura. Que seu legado continue a iluminar os palcos e a inspirar as gerações futuras a lutar por um mundo onde a arte seja verdadeiramente inclusiva e representativa.

7 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page